sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Filosofices da hora do almoço




[texto comprido (e chato) pra chuchu, se preparem]


Outro dia estava lendo um post no blog da Sol e, depois de fazer o comentário, comecei a rabiscar um texto.

Acabei não postando e apaguei o arquivo. Achei que podia gerar discussão demais, sabe como é? Mas no final das contas eu fiquei ruminando tanto sobre o assunto que resolvi colocar aqui.

[Não, Sol, nem é aquela conversa sobre a Zara. Se bem que aquilo me fez pensar que depois do casório posso manter esse blog só falando sobre minhas rabugices!]


Mais uma vez eu estava pensando sobre essa coisa de casamentos personalizados demais, e tudo isso começou – de novo – por conta da ladainha dos convites...

E antes de começar a resmungar eu faço questão de dizer que esse texto não é direcionado a ninguém, ok? Mesmo! É só um apanhado de coisas que me vem a cabeça em meus momentos de people watching depois do almoço na pracinha da empresa...


Não sei se vocês chegaram a ver, mas nossa ideia inicial de casamento era numa capelinha no meio da floresta onde só cabem 20 pessoas sentadas, com recepção em um restaurante. A gente ainda vai casar em uma capelinha no meio da floresta, mas é outra floresta e cabe um tantinho mais de gente. Com festa no salão da igreja, pra manter a coisa toda no menor tamanho possível.

É no salão da igreja, mas a entrada é um bosque. Decoração rústica pode? Pode. Como um monte de gente anda fazendo por aí.

Vamos tentar fazer nossos convites pra ficarem simples, mas bonitinhos e parecidos com a gente. Vamos usar papel pardo [a verdade é que não acostumei a chamar aquilo de kraft] e barbante de amarrar linguiça, tá ok? Tá ok. E aí a gente descobre que tá na moda usar papel pardo e barbante bicolor de amarrar linguiça na decoração.

Vidros coloridos são lindos! Vamos usar? ‘Bora! E todos os casamentos têm vidros coloridos nas mesas de doces.

Arranjos pequenos e minimalistas em mesas de convidados são bonitos e singelos? São. Eu quero? Gostaria sim! E todas escolhem arranjos pequenos e minimalistas.

Bandejas brancas são bonitinhas? Demais! Partiu tudo quanto é noiva pra SAARA ou 25 pra comprar bandejas de madeira e pintar de branco em casa.



E por aí vai.



Eu sei que pra variar estou reduzindo a coisa toda ao absurdo e talvez vocês achem tudo isso sem sentido mas, vendo algumas fotos [lindas aliás!] de casamentos realizados no último ano percebi muita gente orgulhosa de ter pensado em cada detalhe de seu casamento [porque queria algo diferente e yada yada yada] e no final fica tudo tão... igual...

Sem contar que já li por aí [não lembro onde e nem quem escreveu] sobre ter ido em um casamento super sem graça onde não tinha uma personalização, um DIY e coisas assim. Achei estranho, sabe? A impressão que eu tenho é que tudo aquilo que os noivos faziam pra economizar uma graninha e – porque não? – interagir com a família e amigos na hora da “preparação” ficou em segundo plano...


Então,


Meu sapato vai ser da cor do vestido porque não quero perder a única oportunidade que vou ter na vida de usar um sapato branco [ou gelo, ou off white] sem ser chamada de bicheira. E também não quero correr o risco de olhar minhas fotos com um sapato laranja daqui a 20 anos e exclamar WTF???

Vou fazer saquinhos de arroz pra jogarem em nossa saída na igreja, sim! A rainha da lenda urbana aqui já virou a internet de cabo a rabo pra ver se pombos explodem mesmo quando comem arroz e – claro – é tudo balela. [Mas as bolhas de sabão ainda vão rolar durante a festa. Já disse que prefiro publicar o sorteio quando as caixinhas estiverem na minha mão pra evitar frustrações, né?]

Nossas lembrancinhas vão ser cinco amêndoas porque queremos saúde, riqueza, vida longa, fertilidade e felicidade, e não porque não conhecemos as mint to be ou brigadeiro em tubo de pasta de dente.

No nosso casamento não vai ter móveis de demolição ou cadeiras Tiffany porque – como já comentei – entre alugar móveis com a moça da sacristia ou alugar móveis de fora, preferimos ter um fornecedor a menos na lista.

E nós vamos fazer nossos convites. Ainda não sei se de papel pardo, reciclado ou branquinhos mesmo, mas nós vamos fazer.



_______________________________________________________________________



Devo chegar lá pelas 16h no Intercontinental e, caso alguém precise, Tati e Bia têm meu telefone. Depois mando pro restante do pessoal que vai! ^^

E o pessoal andou comentando sobre deixar o Outback pra outro dia, pra gente não ter que despencar de São Conrado pra Botafogo em comitiva. Que é que 'cês acham?


_______________________________________________________________________


Programasso de sexta à noite: fazer comprinhas do mês... ¬¬ Visito vocês assim que voltar!

36 comentários:

Tatiana K Wolff disse...

Você tem total razão!! Mas dá pra pegar uma boa ideia e fazer um pouco diferente, assim a gente economiza, se diverte com os preparativos e ainda surpreende os convidados! Vou fazer coisas iguais às que já vi por aí? Vou. Mas com um pouquinho daqui, um pouquinho dali e ideias novas, o meu casório vai ser único!! rsrs
E, cá entre nós, a gente acha que tá tudo igual porque fica horas vendo fotos de casamento, mas pra maioria dos convidados vai ser tudo uma grande novidade!!
Sobre os saquinhos de arroz, não vou fazer porque tenho medo de cair no olho e machucar, além de sempre ficarem uns grãozinhos presos no penteado! E as amêndoas ainda não sei, mas eu não gosto, então acho que não vou dar não...
Ah, prefiro o Outback na 6ª ou sábado que vem! Só não posso domingo!
Bjs!

Géssica (Kinha) disse...

Entendo bem o que quis dizer flor!
Acho que o simples tambem pode ficar maravilhoso se feito com carinho e amor...
Enfim.. bom fds!
Beijo

Grace =D disse...

Nosssaaa Quanta mudança Carol!!!
nem parece aquela blogueira dizendo que tava com medo de ter TOC.
kkkk

Bjim!!

Rebeca disse...

Carol, concordo com tudo o que vc falou! Nessa de tentar fazer tudo personalizado, acabamos nos inspirando nas mesmas coisas e o resultado final fica parecido mesmo.Nós, noivas blogueiras, acabamos pegando muitas influências dos casamentos gringos e saímos um pouco na frente das noivas que não costumam pegar inspirações na net, mas daqui a um ano as cerimonialistas se tocam disse e todos os casamentos vão ficando iguais. É somente uma questão de timing mesmo! Não que isso seja ruim! Beijos.

Krisley, a noiva disse...

Me vi nesse post na parte de ser a única oportunidade da vida de usar sapato branco e não parecer bicheira!
Beijos

Funny Paper disse...

Carol, sei não... acho que por mais que se usem as mesmas ideias, cada casamento é único, personalizado como a noiva deseja; posso estar enganada, mas será que fica tão igual assim??!

Bjs

Sil

Cris disse...

Oie, Carol!

Primeiro obrigado pelo carinho de sempre! (imagina eu como fiquei ouvindo a história!)

Segundo é...vc tem toda a razão. As vezes queremos ser diferentes fazer o simples ou inovar e acabamos vendo uma sequência de recepções iguais e ou pior aquele comentário (tem sempre um que vai falar mal) Isso dói demais. Por isso não tenho nadaa decidido, hj comecei a cotar buffet´s mas nada decidido. Mesmo porque mudo muito de ideia.

Apesar que o comentário da sogra anda pesando na minha mente...viagem ao invés de fazer festa. "Agora é que eu quero festa!" kkk

Bjuu
ótimo fds!

Cris

Melina Senson disse...

Nofffaaa!! Quanta inspiração... Amei seu texto! Ee sabe que me identifico com ele em algumas partes?
Desde quando começamos a namorar fizemos tudo do jeito "torto" (como eu gosto de falar) pra não dizer diferente. E no casamento não poderia ser diferente, né!
Penso como você e não abro mão de algumas coisas. Idéias são boas? São. Mas não servem pra copiar. Querer é uma coisa (se vocês optaram por ter isso ou aquilo), mas fazer igual só porque gostou, também acho que não fica legal.
Gosto de bagunça, muvuca, todo mundo participando... E imagina só os pais e padrinhos apontando as coisas e falando: eu ajudei a fazer isso, aquele lá também... Não tem preço!!!
AH, sobre o ASF sem problemas, flor... Mesmo assim, se rolar o sorteio e quiser, pode participar dele, tá!
Beijosss

MaNu HeLeNa disse...

Bom eu sou do interior de São Paulo, e quando falo o que quero no meu casamento nimguém entende, porque aqui é tudo novidade esse negocio de DIY, coisas personalizadas, casamento no Haras com toda simplicidade de um final de tarde é dificil passar essa ideia aqui no interior tanto que já ate me falaram, nossa mais vai ficar muito "chocho" e sempre querem enfiar na nossa cabeça que o casamento tem que ter aquele glamour, quando encontrei o mundo dos blogs simplismente encontrei o que realmente queria , algo simples com a minha cara....pegando muitas ideias tenho certeza que meu casamento será o meu casamento único e simples como um almoço de familia !!!
bjuss

Wal Barros disse...

Flor, não se preocupa com isso de "tudo o que eu quero as noivas estão fazendo igual" não. Escolhi o modelo do meu vestido em 2009, todo mundo casava de tomara que caia, peguei abuso pelo modelo e escolhi um de um ombro só. Qual foi a moda em 2010? Vestido de noiva de um ombro só... Fiquei pra morrer! Procurei outro modelo? De jeito algum! Elas que me imitaram! hahahahaha Faça tudo do seu jeito. Mesmo que fique parecido com outros casórios não vai deixar de ser a cara de vocês né? Ah, e eu também não perdi a oportunidade de usar sapato branco! Porque um pouco do clássico também é preciso. ;)

Beijosssssss

Marcela Lima disse...

Concordo com o que a Tati falou.Achamos tudo mto igual, pq já estamos carecas (falou a vovó!) de ver esse casamentos com cadeiras tifanny, identidade visual, monogramas pra td qto é lado, sapato colorido e por aí vai...
Só que a maioria dos convidados vai se surpreender ou, pelo menos, não vai achar tãoooo batido,como nós.
Qto ao sapato branco, super concordo. Vai ser todo branquinho, conforme manda o figurino.
Qto ao arroz, não me vejo saindo da igreja sem uma mega chuva, estilo "Os Normais" hahaha. Quero mto! Foi assim q sempre sonhei (tirando a parte dos Normais rs).
Bom, acho melhor abortar a missão da comitiva, e mantermos só o Intercontinental amanhã.
Na semana que vem, vamos ao Outback!
Inté!
Bjkssss

Paulinha disse...

Nossa, Carol! Eu fico lendo posts assim e fico até com medo de qdo for preparar o meu. E antes mesmo de ser pedida em casamento, já morro de preocupação.
Eu tb não quero um casamento figurinha repetida. Quero algo q tem td haver comigo e com o BEM. Mas tem um problema: sou evangélica e tudo o que é diferente vira motivo pra falar daqui há 10 anos. Para vc ter um ideia, estão achando um absurdo minha irmã querer casar em pleno domingo a tarde. Vê se pode!
E eu respondo na lata: É bom q só vai quem realmente gosta deles #supersincera.
Eu não tenho paciência pra falação e acho q esse é meu medo. Arrumar confusão e depois ter q ouvir, ouvir e ouvir. Aff... Acho TENTAR deixar isso pra depois, né?
Mas não esquenta sua cabeça com isso! Mesmo q fulana, sicrano já tenham usado algo parecido, é só PARECIDO.

PS.: O vestido do post parece mesmo com aquele dos não sei qtos dinheiros do aeroporto. rsr

http://www.socorrominhairmavaicasar.blogspot.com/

Larissa disse...

Tava mesmo pensando nisso. CAsamento virou muito comercio, coisas do tipo se não tiver vai ser pessimo. Não é assim que funciona. Queria ter os chinelos, mas to sem grana e não quero entrar em fria, então não vou ter. Queria ter o kit toallet, mas nunca fui num casamento que tinha e nem por isso o casamento não foi perfeito. O que eu quero mesmo é que seja lindo, com o homem que eu amo, as pessoas que eu amo e só.
Depois vou procurar as sandalias no mercado.
Bjo

SoL disse...

Nem consegui ler o texto.....to na casa da minha mamis, então a atenção fica 99,9% comprometida, me espera até terça?
te love

ps. e eu outro dia q chamei a Cris de Carol....aposto q era vc pensando em mim hahahaha

mas ráh... eu já conheço a Crissssss, falta vc


te love de novo
bjs

Oksana disse...

Uma vez a Jane escreveu algo parecido no Casarei. Um dia a internet e os blogs permitiram que tivéssemos acesso aos casamentos gringos e a um tipo de decoração diferente do que vemos por aqui desde sempre. No meu caso, descobrir que isso existia foi uma bênção, pq nunca antes eu havia me identificado com a coisa toda da festa de casamento. Sempre achei legais as festas em que se reconhece os noivos nos detalhes, nas escolhas que eles fizeram, mesmo que eles não tenham tido tempo, disposição ou vontade de meter a mão na massa. No meu caso, eu sempre quero fazer de tudo, como quando recebo amigos em casa. Adoro escolher as receitas, preparar tudo, comprar flores, montar arranjos. No meu casamento não ia ser diferente, claro. Mas aí acontece o mesmo que quando um tipo de roupa que vc gosta entra na moda: por um lado vc fica feliz, já que fica mais fácil ter acesso ao que vc gosta. Por outro, é um saco, pq todo mundo começa a usar o mesmo, inclusive gente que não partilha do mesmo bom gosto e cai no exagero.
O importante é manter a personalidade. Eu nunca gostei de algumas tradições, como o arroz, por exemplo. Fiquei super feliz de descobrir alternativas pra isso! Mas abrir mão de algo de que se gosta por causa da moda é tão padronizado quanto fazê-lo por tradição, né? Eu vejo vc contar algumas escolhas suas que são tradicionais, mas nem por isso alguma vez tive a impressão de não ser autêntico! Isso é o que vale no fim das contas, porque faça do jeito que fizer, sempre vai ter alguém pra criticar, seja a tia tradicionalíssima ou a amiga moderninha. Quem tem que gostar mesmo da coisa toda são duas pessoas apenas: os noivos!
Outro dia uma amiga perguntou se farei as mesas com lugares marcados, eu disse que não e ela: "vai deixar que os convidados se matem?". Bem, eu nunca fui numa festa com lugares marcados e isso jamais foi um problema, ao ponto de eu ter que decidir quem senta com quem. Então, sei lá, acho que as pessoas piram demais nas referências de sites gringos e perdem a noção da realidade. Em vez de ampliar nosso universo de possibilidades, restringem a um novo rol de coisas que pode ou não pode ter em casamento.
Desculpe pelo comentário mega gigante! Mas o tema realmente inspira reflexões profundas! rs
Beijos

Karol e Marcos disse...

concordo plenamente
o casamento tem que
ser a cara dos noivos
pq assim fica pra sempre na memoria
dos convidados
bjoo

Gabriela Lima disse...

oi carols!
moda neh? é isso que dá.

Eu acho que concordo com varias coisas q vc colocou, mas tmb acho q mesmo com varios itens parecidos cada coisa tem um significado pra cada noiva.

meu sapato nao sera branco, mas nao por moda, só por gosto pessoal mesmo, mas entendi as colocaçoes :)

Atelier de Alta Costura Maria da Paz disse...

Tenho uma sugestão para convites, talvez vc já conheça. Sei que nos EUA é meio que moda, mas não sei se ainda é moda aqui. Convites com papéis plantáveis. Tem noiva que até dá um jeito de reciclar o papel em casa mesmo colando as sementinhas nele. Muita gente coloca semente de hortelã, manjericão.. ou flores, como amor perfeito... a ideia pode ser batida mas é sustentável, né? papel reciclável, plantar... sem contar o símbolo que é, os convidados jogando o convite no jardim e depois dando lindas flores :)

Atelier de Alta Costura Maria da Paz disse...

Eu de novo... acabei de pensar... essa coisa de usar vidros coloridos e diferentes fica visualmente bem bonito, apesar de ser batido. Mas, é uma outra ideia legal, reciclar vidros usados para a festa.. rsrs. Vc pode pedir pras pessoas da sua família juntarem os vidrinhos... vai dar trabalho, mas pelo menos é sustentável e barato.

Suzy disse...

Eu apesar de estar fazendo muitas das coisas que aprendi na net, sei q meu casamento vai ficar minha cara pq preparei tudo ao meu gosto, mesmo as coisas já "batidas" terão um pouco de mim.
E tenho certeza q muitas coisas aqui serão novidade, pq interior é interior né?!?!

E acho q colocar a sua identidade, o seu jeito é o q deixa o casamento a sua cara!!

E tb vou usar sapato branco!!!

Beijos

Casar é assim... disse...

Carol...

O casamento é seu, não é?? Então, vc não precisa explicar nada pra ngm...e se alguém que for reclamar...mande dar uma voltinha...rsrs...
Vc vai fazer do seu jeito, e isso que vai fazer o seu casamento ser único ;)

Meninaa.....conheci a Cris tbm....morra de inveja...kkkkk...

beijos!!!

Aline Souza disse...

Carol, super entendo o q vc escreveu, mas a verdade é que nada se cria e tudo se copia né? rsrs Encanei mto no começo com isso, mas percebi que não adianta eu querer fazer tão diferente e na veradde acabar fugindo tbm daquilo que me expressa da melhor forma. Meu pensamento de casamento personalizado acabou se adaptando rsrs e percebi que mesmo que pareça com o de alguém que já vi na net, meus amigos vão olhar e dizer que é a minha cara!! Um pedaço daqui, outro dali, e assim vamos montando o NOSSO casamento. Para mim encanar pq tinha outras pessaos fazendo igual não estava dando certo, cada vez mais estava me distanciando do que gostava e do que me representava, só para ser única! Para mim, da forma que for, seu casamento será único, pq mesmo que tenhas as mesmas flores do casamento de n sei qm, os convidados, noivos, e outras coisas vão ser diferentes, e aí no fim, a sua combinação vai ser única ;) Bjuss

Cris Rodrigues disse...

Carol, entendo totalmente sua revolta!

Tô cansada de ouvir coisas do tipo: "Vc que adora trabalhos manuais, não vai fazer NADA pro seu casamento???"

E vc tbm tem toda razão em relação às outras coisas. Algumas tradições são lindas e não vejo motivo para serem quebradas. Acho que a primeira coisa que fechei pro casamento foi o bem-casado. Aí todo mundo vinha palpitar: "Nossa, mas você, toda moderninha, vai ter bem-casado?? Pensei que vc ia querer cupcake, macaron, mas beeem-casado?" Pôxa, eu adoooro bem-casado!

É difícil, né?

Cris Rodrigues disse...

Eu tentei ler a lista toda pra ver se tinha Human League, mas não achei... Além de ei ser disléxica, ainda fiz uma leitura meio dinâmica, então as chances eram grande de eu deixar passar algo!

O negócio do Botox é incrível mesmo! A maioria das pessoas acham que ele serve só pra tratamento estéticos ,a stem várias outras aplicações médicas!

Renata Osti disse...

Independente da moda e coisa e tal o casamento DEVE ser e ter a cara dos noivos. A minha decoração, musica, enfim, tudo tenderá para o clássico. Não que eu seja toda clássica, mas eu gosto e o noivo tbm.
Enfim... o negócio é pensar muito bem antes de casar, pq olhar daqui 20 anos o album de casamento e odiar é terrível!


http://casandoecasados.blogspot.com/

Géssica (Kinha) disse...

Oi Carol, estou passando por aki de novo porque abri uma lojinha de artes para casamento e chás em geral.
Vim te convidar para que conheça, tudo está com um precinho ótimo, já que eu sei bem que toda noiva precisa economizar!
Olha ai o blog, siga e solicite um orçamento, para as noivas que ja conheço e são hiper amigas eu dou desconto especial!
http://personalizandoseuevento.blogspot.com/
Beijooos

Véu da Noiva! disse...

A-D-O-R-E-I!!!
BJOS

Paula Batista disse...

É isso aí Carol, te entendo perfeitamente!!!

bjosss

Krisley, a noiva disse...

Esse post foi muita informação para minha cabeça, preciso de um tempo para processar tudo!
Beijos

Noivinha ansiosa disse...

Flor, é aquela coisa né?? A gente muda muda e casamento é tudo igual, claro que não para gente, o nosso será único e inconfundível!
E a história do vintage? já até um post que é moderno ser retrô, pois já percebeu que agora é a bola de vez...rs. Os vestidos, a decoração, as fotos! Todo mundo quer ter algo estilo anos_______ (coloque aqui o seu ano)...rs.
Eu optei por fazer muita coisa o mais clássico possivel, primeiro porque gosto, segundo porque como vc disse à respeito do sapato, não quero olhar meu álbum daqui 30 anos e achar "onde estava com a cabeça quando inventei isto..rs.".
De qualquer forma, o mais importante é ter a cara dos noivos, musica e comida boa e a bebida gelada também ajuda bastante...rs.

Bjs

Noivinha ansiosa disse...

Ah, mas esta sensação que está tudo igual também tem um explicação né? Somos blogueiras de carteirinha...na minha cidade ninguém sabia de nada do que fiz, todos acharam novidade total..kkk
bjs

Júlia Alcântara disse...

Muito boa a reflexão! Concordo que acabamos caindo num lugar comum... porém, se vc pensar bem o casamento em si é um lugar comum! todo mundo casa! o que faz a diferença maior não é nem a decoração ou um convite que todo mundo costuma fazer..o que faz mesmo a diferença é o clima, a energia, enfim, a atitude! e isso vc tem de sobra né! E fala sério, nunca na minha vida q vou ter a oportunidade de ir num casamento numa capela na floresta! Como todo mundo já falou, já vimos várias fotos e sites com casamentos assim, mas ao vivo mesmo são poucos que realmente irão em um!E é isso que faz a diferença,ser único pra vc e mais ainda proporcionar aos seus queridos um momento único de vivenciar isso!
Vai arrasar!
um beijo!

Na disse...

Qdo eu casei tb me passavam estas coisas pela cabeça Carol... Td igual, mesmo querendo fazer diferente, já tem um rol de "diferenças" à la carte para escolher. Mas enfim, algo simples pode fazer a diferença e tornar aquilo único. Fiz umas coisas bem DIY e todo mundo gostou...

Carol, desculpe a ausência, eu estava aí na sua terra. Comi no Arab de Copacabana, e adorei! A melhor comida árabe q eu já provei. Vc conhece? Um beijo

Gabriela Lima disse...

Carol, cade vc?

Olha, li esse texto e lembrei do seu: http://www.dcoracao.com/2011/08/por-carolina-mendes-eu-visito-as-casas.html

por acaso é tmb de uma Carol. Fala tmb sobre padronização, mas nas casas.

Beijo, espero que esteja tudo bem =*

SoL disse...

Bem vamos seguir a filosofia do jack estripador e vamos por partes...

sapatos: HELLOW SE EU ACHAR UM QUE SIRVA SEM ME IMPOSSIBILITAR DE ANDAR POR UMA SEMANA (isso já aconteceu antes) EU VOU DAR UM MEGA PULO, NADA CONTRA SAPATOS BRANCOS, ACHO QUE FIQUEI MEIO TRAUMATIZADA COM A FACUL... e desde de a onda do quero andar de branco to colocando cor na minha vida.

diy: Como infelizmente não sou uma menina rycaaahhh de bens materiais o negocio é meio assim: ou eu faço ou eu não tenho, prfeiro a primeira opção. E tem uma outra coisa mais grave:

Me descobri chata (corta), EXIGENTE, em bh o povo tem uma mania de usar bolinhas de gude na decor que eu pago pra não ter aquilo. Meuuuu deusss, eu acho cafona, mas 7 em 10 festas lá estão elas, as temiveis bolinhas. Quero algo q tenha a ver comigo, familia, e ainda não sei o que irei fazer ao certo, terei que olhar com a janete

Acho que todas nós tentamos dar uma cara ao nosso casamento e ela será dada na medida que todos os casais são unicos, MAS, CONTUDO, E ENTRETANTO, terei q concordar com vc q existe muito crtl+c crtl+v por ai....

e agora imagina se o post fosse sobre a zara?
rsrs
bjinhos

Cris disse...

Meme para vc! Lá no blog! Bju